A hora de comprar um imóvel é sempre cercada de dúvidas, pois esse tipo de transação envolve altos valores e é importante na vida de qualquer pessoa. Diante dessa realidade, uma das dúvidas mais comuns é sobre qual é a melhor opção de aquisição: apartamento pronto ou na planta?

As duas alternativas contam com benefícios bastante interessantes. No entanto, dependendo do perfil do comprador, também podem ter algumas desvantagens. Quer aprender um pouco mais sobre esse tema? Então confira atentamente o conteúdo que preparamos a seguir!

Apartamento pronto

Mudança imediata

Uma das vantagens mais evidentes de um apartamento pronto é que o comprador pode se mudar imediatamente. Uma vez finalizada a negociação e os trâmites legais, a unidade já estará disponível para receber os novos moradores e seus pertences.

Um imóvel na planta, por exemplo, tem o tempo de espera para a entrega das chaves. Além disso, sabemos que não é raro que ocorram alguns atrasos, ainda que a nossa legislação proteja o consumidor.

Melhor visualização

Outro ponto que ajuda na decisão entre um apartamento pronto ou na planta é a capacidade de visualizar como o imóvel poderá atender às expectativas, aos anseios, às demandas e às necessidades do comprador e dos seus familiares.

Mesmo que você veja o projeto ou a unidade decorada, eles não serão uma reprodução completamente fidedigna da propriedade. Já em um prédio antigo você pode ver perfeitamente as possibilidades, os cômodos e o ambiente como um todo.

Necessidade de manutenção

Como aspecto negativo, o apartamento pronto pode trazer gastos extras com manutenção. Como outras pessoas já viveram na unidade e utilizaram suas dependências, há um desgaste natural do sistema hidráulico, elétrico e até da estrutura em si.

Uma propriedade na planta terá tudo completamente novo e recém-construído, sem nenhum uso prévio. Assim, você não precisará se preocupar com obras ou reformas por anos ou até mesmo décadas.

Apartamento na planta

Facilidades no pagamento

A maior facilidade de pagamento pode ser um fator decisivo para a aquisição de um apartamento pronto ou na planta. É preciso ter em mente que as construtoras, por exemplo, terão total interesse em vender e, por isso mesmo, facilitarão a vida do cliente em potencial.

Não é raro que ofereçam, entre outros benefícios, parcelamentos extensos, novas escolhas na decoração, mudanças no projeto quando possível ou até mesmo a quitação do saldo final só após o recebimento das chaves.

Possibilidade de personalização

Outro benefício de um imóvel na planta é que ele confere ao comprador muito mais possibilidades de personalização, afinal, a propriedade já estará naturalmente em obras. Dessa maneira, você pode solicitar ou até mesmo negociar mudanças com a construtora.

Entre as mais pedidas nos dias de hoje estão a abertura de paredes para a criação de um conceito amplo, como uma cozinha americana, mudanças nas cores, inclusão de closets, entre outros.

Riscos com a obra

A grande desvantagem de um apartamento na planta é que o comprador tem que arcar com os riscos da obra. Se a empresa tiver problemas financeiros ou atrasos, as dores de cabeça podem ser grandes.

Por isso mesmo, é fundamental fazer uma boa pesquisa sobre a reputação da construtora nas obras anteriores e em outros tipos de empreendimentos habitacionais.

E você? Prefere um apartamento pronto ou na planta? Conte para nós nos comentários!