Em cidades com grandes polos universitários, como é o caso de Florianópolis, São José e Palhoça, é comum a criação de repúblicas estudantis, ou seja, uma casa ou apartamento compartilhados apenas por estudantes. O aluguel de imóveis para universitários movimenta o mercado imobiliário todo ano e a opção de montar uma república estudantil para alugar pode ser uma ótima alternativa para proprietários que estão com o imóvel parado há algum tempo, para quem quer começar a investir em imóveis ou mesmo para futuros inquilinos que querem dividir um imóvel com outras pessoas para o valor do aluguel pesar menos no orçamento. Para ajudar você, em qualquer um desses casos, separamos neste conteúdo algumas dicas e pontos importantes sobre esse assunto. Boa leitura!

 

Sem tempo para ler? Ouça o post:

 

Como funciona uma república?

 

Uma república estudantil é uma opção prática e econômica para universitários que estão mudando de cidade para estudar e querem se concentrar na vida acadêmica sem comprometer tanto seu orçamento mensal.  A criação desse tipo de moradia é permitida por lei, mas é preciso prestar atenção em alguns detalhes. Se um proprietário decidir alugar um imóvel para essa finalidade, ele deve autorizar o uso da casa ou do apartamento para esse ramo e também a sublocação para terceiros, se for o caso. Todas essas condições e outras regras que forem estabelecidas devem estar estipuladas no contrato de locação, para evitar problemas no futuro.

 

Da mesma forma, se um estudante resolver alugar um imóvel e montar uma república estudantil para dividir com colegas, ele deve consultar as regras do imóvel de interesse para saber se é possível transformá-lo nesse tipo de moradia. 

 

Faça um planejamento detalhado

 

Assim como em qualquer outra situação que envolva o aluguel de um imóvel, o primeiro passo é ter um bom planejamento. O proprietário que deseja investir em um imóvel para montar uma república estudantil para alugar deve avaliar qual será o investimento necessário, verificar os imóveis disponíveis em regiões próximas a universidades, analisar o que precisará ser feito ou comprado para o imóvel se tornar atrativo para estudantes, além das questões burocráticas que envolvem a divulgação do imóvel e o contrato de locação.

 

No caso dos estudantes, uma possibilidade é encontrar outros alunos que estudem na mesma instituição de ensino e que queiram dividir um imóvel e, consequentemente, dividir as despesas mensais. Outra opção é alugar um imóvel por conta própria, com a opção de sublocação para terceiros estabelecida em contrato e, depois, alugar quartos para outros estudantes.

 

Escolha uma localização atrativa para estudantes

 

Um estudante que busca uma república estudantil para alugar, além de ter a economia como objetivo, também deseja facilidade no dia a dia. Por isso, imóveis localizados próximos a universidades e com uma boa infraestrutura por perto são os ideais para esse tipo de moradia. Esse ponto deve ser considerado pelos proprietários, já que a localização do imóvel será um ponto positivo na busca por um inquilino, e pelos futuros inquilinos, pois o imóvel escolhido deve oferecer praticidade, segurança e facilitar a rotina acadêmica.

 

Pense na estrutura do imóvel

 

Depois da localização, o próximo passo é definir outros detalhes do imóvel, como: se o melhor é uma casa ou um apartamento, qual o tamanho ideal, número de dormitórios e banheiros e se existe a necessidade de áreas de lazer. Na hora de tomar essas decisões, principalmente se você estiver investindo em um imóvel para essa finalidade, é importante avaliar o que tornará a sua república mais atrativa para estudantes. Uma boa alternativa é oferecer ambientes propícios para confraternização entre os alunos, cozinha equipada, espaços de lazer, escrivaninhas para estudo, entre outros itens que fazem a diferença na vida de um estudante. 

 

Já se você for um estudante buscando um imóvel para montar a sua própria república, cada um desses itens devem ser pensados de acordo com a sua realidade. Nesse caso, ter um planejamento financeiro também é muito importante.

 

Estabeleça regras

 

Essa dica é importante para quem vai morar no imóvel e para quem deseja investir em uma república estudantil para alugar. Além das regras de convivência que já existem em condomínios, também é preciso definir as regras que serão aplicadas dentro da própria casa, como a limpeza e a permissão ou não de visitas e festas. No caso dos proprietários, é fundamental incluir na descrição do imóvel, na hora de divulgar para locação, as regras que já estão preestabelecidas.

 

Além dos pontos que apresentamos ao longo desse conteúdo, na hora de fechar negócio, também será preciso definir as condições contratuais, como as garantias de locação. O ideal, nesse momento, é contar com a ajuda de uma imobiliária, que vai orientar proprietários e inquilinos em todas as etapas do aluguel de uma república estudantil. Aqui na Ibagy, além da ajuda dos nossos consultores, você também conta com opções que vão além da tradicional forma de garantia com fiador, como é o caso da CredPago, que você pode saber mais neste outro post aqui do blog.

 

Se quiser saber mais sobre esse assunto, conhecer os nossos imóveis disponíveis para alugar e tornar o processo de locação mais fácil, entre em contato com a gente.