O isolamento social está mudando nossas prioridades e a forma como vivemos e nos relacionamos. O comércio foi um dos setores mais afetados pela pandemia do coronavírus, já que os hábitos de consumo da população também estão se transformando. Como acompanhar essa transformação no seu negócio? Veja agora como adaptar a sua loja à nova realidade.

 

1 – Se o consumidor não vai até você, vá até ele

 

As compras on-line e o sistema de delivery ganharam destaque neste período de isolamento social, já que os consumidores estão evitando o deslocamento e as aglomerações. Então, se os consumidores não podem ir até o comércio, os seus produtos precisam ir até eles. É preciso se adaptar e inserir o seu negócio no meio digital, pois é ali que seus potenciais clientes vão procurar o que precisam.

 

2 – Digitalize o seu negócio

 

Como já falamos , se você ainda não utiliza WhatsApp, Facebook, Instagram e outros aplicativos no seu negócio, coloque isso em prática o quanto antes. Além de facilitar as vendas, é uma excelente forma de prospectar clientes e levar a sua marca mais longe. E não para por aí: até mesmo o pagamento pode ser feito pelos meios digitais. O WhatsApp, por exemplo, lançou recentemente um sistema chamado WhatsApp Pay, que permite transferir dinheiro diretamente pela tela de conversa no aplicativo. Isso vai tornar a compra mais prática, além de contar pontos para os estabelecimentos do comércio que fizerem uso dessas tecnologias.

 

3 – Unifique o on-line com o off-line

 

Se o seu negócio estiver presente nas redes sociais ou em aplicativos, você deve abandonar o endereço físico? Errado! Uma coisa não elimina a outra, pelo contrário, a fórmula certa é a unificação e a integração entre o on-line e o off-line. Assim, o seu comércio vai oferecer soluções para todos os perfis de clientes, desde os que preferem o contato presencial, até aqueles que preferem a comodidade e a agilidade do atendimento remoto.

 

4 – Comércio local valorizado

 

Esse é um item que tende a ficar cada vez mais forte pós-pandemia e será um fator decisivo para compra. O Instagram, por exemplo, disponibilizou uma ferramenta para divulgação de negócios locais: após uma boa experiência com uma marca, o cliente faz a propaganda por conta própria. Mas como proporcionar essa experiência boa? Entregando produtos em mãos para moradores do seu bairro, por exemplo. Assim, da mesma forma que o consumidor valoriza o produto local, o comércio local também estará colaborando com os moradores da região, oferecendo vantagens que facilitam o seu dia a dia. 

 

5 – Prioridade para o essencial e o humano

 

Por último, mas muito importante: as pessoas vão priorizar o que é essencial e optar por marcas e estabelecimentos humanizados. Isso significa que o seu negócio precisa ser relevante para o público. Por isso, não pense só em vender. Ao usar as redes sociais, por exemplo, compartilhe conteúdos de interesse do público e crie uma conexão com ele. Posicionar o seu negócio como um auxiliador vai criar relevância e oportunidades promissoras de venda.

 

Deu para sentir que muita coisa vai mudar a partir de agora, não é? Aproveite essas mudanças como oportunidades para o seu negócio crescer ainda mais. Se precisar, temos imóveis comerciais disponíveis para locação, que vão valorizar o seu negócio neste momento. Quer conhecer estes imóveis? Clique aqui.

  • Por que morar nos Ingleses?
  • Ibagy, desde sempre o lugar certo
  • Ibagy com você desde sempre