Quem acha que ter animais em apartamento não é uma boa ideia, nem para os bichinhos nem para seus donos, está enganado. Manter animais em apartamento é totalmente possível, mas, para que tudo dê certo e essa convivência seja mais feliz e confortável para ambas as partes, é preciso entender quais são os cuidados que os bichinhos exigem, as condições adequadas para que ele viva bem e, claro, as normas do seu condomínio.

 

Sem tempo para ler? Ouça o post:

 

Para ajudar você com essas questões, separamos as 4 principais dicas para quem está pensando em adotar um animal de estimação ou já tem um e não sabe se mudar para um apartamento é uma boa opção. 

 

1 – Informe-se sobre as regras do condomínio

 

Em primeiro lugar, é importante lembrar que a legislação garante que nem síndico nem proprietários de imóveis (no caso de locações) podem proibir a permanência de animais em um apartamento, pois estariam violando o seu direito à propriedade. Mesmo assim, é preciso respeitar as regras básicas do seu condomínio, para evitar desentendimentos e problemas mais sérios. Essas regras variam de acordo com cada lugar, podendo ser mais flexíveis ou mais exigentes. O importante é ficar por dentro, entender o funcionamento dessa questão no seu prédio para garantir o bem-estar do seu pet e não criar problemas e constrangimentos com os vizinhos.

 

2 – Mantenha seu pet seguro

 

Garantir a segurança do seu bichinho é um dos pontos mais importantes. Por isso, fique atento a alguns detalhes que parecem simples, mas podem evitar acidentes:

 

– sacadas e janelas: instale uma rede de proteção para animais de estimação, principalmente se você tiver gatos, pois isso evita que eles fujam ou caiam, sem impedir que se movimentem pelo apartamento;

– fios elétricos: prenda-os no alto ou use materiais de proteção, como canaletas, pois os animais costumam morder tudo que veem pela frente e, no caso dos fios, eles podem se sufocar ou levar choques;

– plantas tóxicas: espada de São Jorge, comigo-ninguém-pode, azaleia e copo-de-leite são alguns exemplos de plantas tóxicas para os animais, por isso, o ideal é evitar esse tipo de planta no seu apartamento ou, se tiver, manter fora do alcance dos seus pets.

 

3 – Cuide da higiene do pet e do ambiente

 

Esse item é fundamental em qualquer lugar, mas como o ambiente de um apartamento é reduzido, o cuidado com a higiene é ainda mais importante. Por isso, mantenha uma rotina regular de banho e tosa, se for preciso, principalmente se você tiver cachorro, além de deixar em dia o calendário de vacinação do animal. Em relação ao ambiente, o ideal é ter um espaço do apartamento específico para o bichinho fazer suas necessidades, mas, às vezes, mesmo assim, o odor de urina e fezes pode se espalhar para outros cômodos. O ideal é utilizar produtos específicos para eliminar esse odor, que também evitam a proliferação de micro-organismos.

 

4 – Prefira apartamentos com área de serviço

 

Se você já tem pet e está procurando um imóvel para alugar, dê preferência para aqueles que contam com área de serviço, um ambiente importante para quem tem animais em apartamento. Mesmo que o seu pet já esteja acostumado a fazer suas necessidades apenas durante os passeios (que, inclusive, também são muito importantes para a saúde mental dele), às vezes pode não ser possível sair de casa, como em dias de chuva forte. Por isso, a área de serviço é um ótimo “plano B” nesses casos.

 

Seguindo essas dicas, ter animais em apartamento se torna perfeitamente possível e agradável para você e para eles. Além disso, na hora de procurar um imóvel para alugar, fique atento se o condomínio é pet friendly, o que garante que as regras são mais flexíveis e você terá mais tranquilidade para viver com seu bichinho.

 

Aqui na Ibagy, temos diversos imóveis pet friendly disponíveis para alugar. Entre em contato com os nossos consultores, eles vão auxiliar na busca pelo imóvel ideal para você e para o seu animal de estimação.

  • Por que morar nos Ingleses?
  • Ibagy, desde sempre o lugar certo
  • Ibagy com você desde sempre