As mudanças podem ser estressantes e cansativas, por isso deixamos aqui algumas dicas que podem ajudar você a se planejar melhor para esse momento.

1. Check-list da mudança

Planejar para facilitar. Faça uma lista para organizar os itens da mudança, coloque tudo o que precisa ser feito e defina prazos para realizá-los. Mantenha essa lista atualizada e vá dando “checked” nas tarefas, assim você não precisa ficar quebrando a cabeça pensando no que está esquecendo.

2. Descartes

Esse é sem dúvida um item que deve ser feito no planejamento de uma mudança de residência. Faça uma lista de descartes das coisas que não valem a pena serem levadas. Avalie móveis, roupas, sapatos, eletrônicos, eletrodomésticos, produtos vencidos, como de limpeza, remédios, perfumes, tudo deve ser observado. Quanto mais tempo você perder nessa tarefa, menos você vai perder na organização da nova casa. Quando estiver analisando os descartes, coloque caixas ou sacos separados para: lixos e doações. Tenha em mente que o que não serve para você pode muito bem ser de utilidade a outras pessoas. Existem várias instituições que aceitam todos os tipos de doações: roupas, móveis, livros etc e algumas até retiram as doações.

3. Preparação do novo imóvel

Limpe a casa nova antes de receber a mudança, inclusive os móveis e seus interiores. Aviso as empresas concessionárias e outras: Lembre-se de avisar sobre sua mudança para as empresas de telefonia, TV a cabo, internet, planos de saúde, banco e todos que fornecem serviço ou enviam correspondências ao antigo endereço. Não faça compras na semana da mudança, pois a geladeira e o freezer poderão ficar desligados por várias horas e os alimentos podem estragar. Prepare uma mala com roupas e objetos pessoais que serão utilizadas durante os dias da mudança.

4. Transporte

A contratação de uma transportadora especializada em mudanças é sempre o melhor caminho. Mas, analise bem sua escolha. É importante verificar as referências da transportadora que irá prestar o serviço, antes de contratar. Verificar como é o relacionamento da empresa nas mídias sociais e se a empresa não está cadastrada em sites de reclamação.

Caso a empresa transportadora que você contratou não faça o serviço de empacotamento, separe caixas de papelão, jornais, plástico bolha, isopor, fitas adesivas e canetas para ajudar no processo. Faça um inventário dos móveis e colher assinatura dos responsáveis, com testemunhas, e exigir cópia do comprovante das negociações, recibos do comprovante de pagamento, data de início, horários das atividades, todos os bens que foram transportados devem estar relacionados e também o estado de conservação deles.

5. Mudança

Se você está mudando para um apartamento, você deve estar bem informado quanto as regras do condomínio. Antes da mudança, solicite cópia do regulamento interno para que você possa verificar:

 Horários e dias permitidos para a mudança. Dias da semana: a maioria dos condomínios sugere que as mudanças sejam feitas apenas de segunda a sexta. Aos sábados não é comum, mas pode ocorrer. Mudança aos domingos, via de regra, não é permitida.

 Agendamento prévio: Condomínios evitam duas ou mais mudanças no mesmo dia.

 Descarte correto do que sobrou da mudança: Verifique como e onde devem ser colocados os lixos da mudança.

6. Um dia antes da mudança

Para que você tenha uma mudança rápida e organizada, procure concentrar todas as caixas numa só divisão da casa e desmonte todos os móveis que conseguir.

 Guarde num saco plástico transparente os respectivos parafusos e peças soltas, que você pode fixar nos próprios móveis com recurso da fita-adesiva ou então destine uma única caixa para guardar tudo isso, mas deixe-os separados e nomeados para facilitar a remontagem

 Cubra colchões com resguardos ou cobertores velhos e dobre todos os cortinados para um transporte mais cômodo.

 Enrole tapetes e carpetes, atando-os com uma corda ou, se pretender uma proteção extra, envolva-as em sacos de lixo.

7. No dia da mudança

Coloque etiquetas ou escreva o que há dentro de cada caixa, para facilitar na hora de levá-la para seu devido cômodo. Roupas que ficam penduradas em cabides podem continuar neles se a transportadora tiver um roupeiro, caso contrário, coloque-as dobradas em caixas. As roupas dobráveis podem ser colocadas dobradas da mesma forma também em uma caixa.

Oriente bem a empresa de mudança de como proceder com os objetivos ou caixas frágeis. Deixe as caixas frágeis por último. Colocá-las por baixo de outras com objetos pesados pode ter um resultado desastroso. Depois de esvaziar toda a casa, verifique cada cômodo para ter certeza de que não está deixando nada para trás.

Faça uma lista de prioridades dos cômodos a serem montados. Dê preferência para a cozinha, depois, o quarto dos filhos, se os tiverem e os demais cômodos, de acordo com sua necessidade. Faça lanches rápidos para serem consumidos enquanto a nova cozinha estiver sendo montada e deixe-os de fácil acesso. Os alimentos podem ser conservados em caixas ou bolsas térmicas.

Ufa! Mudanças dependem mesmo de muito trabalho, tempo, disposição e organização. Mas pense na satisfação que a casa nova vai trazer para toda família.  Um novo lar, uma nova história, uma nova vizinhança, novos amigos para os filhos, uma nova padaria para aquele momento delicioso do café da manhã. Será incrível, boa mudança para você!

 

Este conteúdo foi desenvolvido pela Lello, parceira da Ibagy. A Lello é uma administradora de condomínios de São Paulo.
Conheça mais em: www.lellocondominios.com.br