Na hora de comprar ou alugar uma casa ou um apartamento, normalmente, os fatores levados em consideração são três: custo, qualidade e utilidade, podendo valorizar ou desvalorizar o imóvel. Apesar de não existir uma fórmula pronta para conjugar esses fatores, existem alguns cuidados que podem ser tomados para potencializar suas qualidades, inclusive observar os elementos que desvalorizam um imóvel.

Falta de manutenção e de amplitude, excesso de personalização e pouca iluminação são alguns itens que podem dificultar o aluguel ou a venda da sua propriedade. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

1. Falta de manutenção: um dos elementos que desvalorizam o imóvel 

O estado de conservação, a segurança do imóvel e a salubridade, são, além de essenciais, facilmente identificados no momento da visita. Os cuidados com as esquadrias, as portas, os pisos e as paredes são observados e podem ser definitivos nessa hora.

As torneiras devem funcionar sem dificuldades. Os focos de iluminação e tomadas também precisam cumprir sua função. Parece uma coisa simples, mas problemas elétricos custam caro para serem reparados, além de serem perigosos.

Se houver vazamento, falha na fiação, infiltração ou mofo, por exemplo, esses problemas precisam ser reparados prontamente.

2. Falta de amplitude

Funcionalidade e praticidade não podem (ou, pelo menos, não deveriam), ser confundidas com falta de amplitude. O ideal é que cada cômodo tenha metragem suficiente para a funcionalidade de cada ambiente.

Uma cozinha muito estreita pode tornar inviável que duas pessoas permaneçam no local na hora de cozinhar, por exemplo. Além disso, dificilmente vai comportar os eletrodomésticos de forma harmônica, do ponto de vista estético, e segura para as pessoas.

3. Excesso de personalização interna

A personalização pode ser uma grande aliada na hora de atrair as pessoas. Porém, em excesso, acaba desvalorizando o imóvel. Um design interior mais prático e básico pode ser um coringa na hora de oferecer um imóvel para alugar.

Uma decoração mais neutra é a melhor pedida, pois o comprador ou locatário terá a possibilidades de conferir sua personalidade ao imóvel sem gastar com reformas puramente estéticas. Dessa forma, o novo proprietário poderá decorar os ambientes com móveis e acessórios que sejam do seu gosto.

Imagine alguém muito fã de futebol, que decore todo o apartamento com cores e artigos ligados a esse esporte e que coloque grama sintética na cobertura. Existe uma possibilidade enorme de que a pessoa que pretende comprar ou alugar o imóvel não goste muito disso e, nesse caso, a redecoração levaria a mais gastos.

Praticidade e elegância podem se unir ao básico. Muitas cores e grande personalizações podem acabar desvalorizando sendo prejudiciais.

4. Pouca iluminação

Outro fator que pode levar à desvalorização do imóvel é a falta de iluminação. Nas situações em que apartamentos e casas não possuem janelas grandes e/ou nos casos em que a iluminação natural é pouca, o ideal é pintar as paredes com cores claras e fazer uso de luzes em pontos estratégicos, pois isso vai gerar uma sensação de leveza ao ambiente.

É preciso ficar atento aos elementos que desvalorizam um imóvel, atrapalhando a venda ou o aluguel. Gostou do nosso post? Quer receber mais conteúdos como este? Então assine a nossa newsletter!