Alugar uma casa ou apartamento pode ser uma tarefa bastante complicada. Principalmente quando o interessado não sabe o que avaliar na hora de escolher um imóvel. Nesse caso, as chances de errar na escolha são muito grandes. Como alugar imóvel é um assunto importante, o morador não pode ser relapso.

Para ajudá-lo a entender o que deve ser observado nesse momento, escrevemos um artigo com algumas dicas para você não cometer erros ao alugar um imóvel. Leia até o fim e tire suas dúvidas.

1. Atente-se à localização

Se você está se mudando por causa dos estudos ou a trabalho, a localização é peça-chave na sua escolha. No entanto, verifique se o bairro visitado possui boas opções de transporte público, se apresenta congestionamentos que podem atrapalhar a sua rotina e se tem opções de comércios adequadas às suas necessidades.

2. Observe as condições do imóvel

Uma das obrigações do proprietário imobiliário é entregar a propriedade em condições de uso. A obrigação do locatário é verificar se isso foi feito. Portanto, não se deixe levar pelo entusiasmo a avalie o imóvel de forma criteriosa, questionando o corretor sempre que surgir uma dúvida.

Dê atenção especial ao estado das instalações elétricas e hidráulicas, porque caso apresentem problemas, pode ser necessário uma pequena reforma.

3. Não menospreze o contrato de aluguel

O contrato de aluguel é um importante documento que garantirá que os interesses das partes envolvidas no negócio sejam respeitados. Por isso, garanta que todos os pontos que você considera importantes estejam contemplados no contrato. Por exemplo:

Responsabilidade por reparos

Observe se está claro quem será o responsável por realizar reparos no imóvel. Geralmente, o inquilino terá que realizá-los se o dano for de sua responsabilidade e o locatário fará as obras se forem relacionadas à estrutura do imóvel.

A possibilidade de abater o valor dos reparos do aluguel é possível, desde que conste no contrato.

Reajustes, taxas e multas

Verifique as condições nas quais o proprietário poderá reajustar o valor do aluguel. Se não houver essa informação no contrato, o reajuste pode ser questionado.

Além disso, confirme de quem é a responsabilidade pelo pagamento de taxas e impostos, como o IPTU. Garanta que o que o foi combinado verbalmente conste no documento.

O mesmo vale para as multas cobradas em caso de atrasos ou danos ao imóvel. Esses valores — e suas condições de aplicação — precisam estar no contrato de aluguel.

Lembre-se de verificar as datas de início e de término da vigência do contrato e as exigências para devolver o imóvel, como pintura e reparos no acabamento.

Alugar um imóvel é uma tarefa importante, portanto o interessado não pode ter dúvidas no momento de negociação.

Como vimos neste artigo, os cuidados necessários são simples, não é mesmo? Contudo, o ideal é sempre contar com o apoio de um profissional imobiliário. Desse modo o interessado poderá economizar tempo no processo de escolha e ganhar segurança na negociação.

Se você ainda tem alguma pergunta sobre como alugar imóvel, converse com nossos especialistas. Ficaremos felizes em ajudar!