Fazer escolhas nem sempre é uma tarefa simples, não é verdade? Ter várias opções disponíveis, geralmente, acaba nos deixando confusos. Um exemplo dessa situação ocorre na hora de optar entre apartam10entos novos e antigos. A idade de um empreendimento carrega consigo atributos marcantes que podem fazer toda diferença no momento de fechar um negócio.

Portanto, para ajudá-lo a entender qual das opções melhor se adequa às suas expectativas, listamos as principais características de cada uma delas. Continue a leitura e confira!

Vantagens dos apartamentos novos

Facilidade na forma de pagamento

Em muitos casos, o comprador pode fechar negócio quando o empreendimento ainda está na planta, pagando com antecedência as parcelas do financiamento. No entanto, mesmo que o imóvel seja comprado depois de pronto, ele ainda apresentará melhores condições de pagamento quando comparado com as de propriedades mais antigas.

Valorização para revenda

Imóveis novos possuem melhor valor de revenda. Normalmente, os apartamentos novos estão estabelecidos em bairros com urbanização mais recente que, por conta disso, ainda receberão melhorias em infraestrutura. Isso contribuiu diretamente para a valorização das propriedades localizadas na área.

Mais liberdade para decorar

Os futuros moradores podem escolher móveis sob medida, cores das paredes, além de outras características desses imóveis com maior liberdade. E tudo isso antes de se mudar para o local.

Desvantagens dos apartamentos novos

Localização

Em geral, esses empreendimentos estão localizados em bairros mais afastados, muitas vezes até mesmo em cidades vizinhas das grandes metrópoles. Isso porque tornou-se praticamente impossível para as empreiteiras construírem nas grandes cidades ou em bairros mais antigos devido à falta de terrenos disponíveis.

Tamanho

A realidade apresentada no tópico anterior tem exigido criatividade por parte de engenheiros e arquitetos. O espaço precisa ser cada vez melhor aproveitado. Por essa razão, os apartamentos novos costumam apresentar dependências menores em relação aos antigos.

Escassez de garagem

Ao contrário dos apartamentos mais antigos — que possuem até duas vagas de garagem —, nesses imóveis, estacionar mais de um carro pode ser um problema.

Vantagens dos apartamentos antigos

Silêncio

Esses imóveis possuem paredes mais grossas e uma distância entre o chão e o teto, conhecida como pé direito, maior do que as usadas atualmente. Portanto, isso garante um ambiente mais silencioso, ainda que eles estejam em áreas movimentadas.

Dependências maiores

Os apartamentos antigos possuem peças mais amplas, e a maioria conta com dependência para funcionários. Ainda que possuir empregados que durmam no local de trabalho venha se tornando algo cada vez mais incomum, é um espaço que pode ser muito bem aproveitado para várias outras finalidades.

Localização

Esses apartamentos costumam estar bem localizados, próximos a estações de metrô, comércio e partes mais centrais das cidades. Além do mais, espaços de consumo de arte, como teatros e museus costumam ser vizinhos dos imóveis mais antigos.

Desvantagens dos apartamentos antigos

Limitações na infraestrutura

Entre as limitações, estão uma menor quantidade de tomadas, por exemplo, afinal, quando foram construídos, a quantidade de eletrodomésticos era menor. Além disso, sempre é bom estar preparado para reparos devido ao desgaste do encanamento e da fiação elétrica. Por isso, não raramente, esses imóveis exigem reformas significativas.

Falta de área de lazer

Ao contrário dos apartamentos novos, os imóveis mais antigos não possuem área gourmet, por exemplo. A churrasqueira, quando existe, normalmente fica na cobertura, e piscina e academia também não fazem parte das dependências do condomínio.

Agora que você entendeu as diferenças entre esses imóveis, deve ter percebido que não existe opção certa e errada, mas, sim, aquela que corresponde às suas necessidades da melhor maneira.

Como vimos neste artigo, umas das diferenças entre os apartamentos novos e antigos é a localização, mas você sabe como esse fator pode influenciar a vida do morador? Aproveite e descubra neste artigo sobre o que avaliar na hora de escolher entre bairro comercial e bairro residencial!