Investir em imóveis é uma das opções mais tradicionais para quem quer aplicar recursos, mas isso não significa que seja conservadora demais ou que dispense uma análise com critério nas opções disponíveis no mercado.

É tudo uma questão de objetivos financeiros e disponibilidade de recursos, afinal de contas, adquirir um imóvel pode significar a perda da liquidez do dinheiro guardado no banco ou a diminuição da capacidade de compra.

Sim, é isso mesmo. Até quem não tem um valor reservado pode considerar a compra de um imóvel como investimento, e neste post explicaremos porque esta opção merece toda a sua atenção.

1. Consolidação de patrimônio

Esse conceito é muito pouco difundido na população economicamente ativa, e somente investidores maciços enxergam suas finanças como um patrimônio em construção.

Um patrimônio é constituído pelos bens, direitos e obrigações de seu dono, e isso inclui aplicações financeiras, imóveis e ações da bolsa de valores, por exemplo.

Ao optar pela aquisição de um imóvel através de financiamento, o investidor está contraindo a obrigação de quitá-lo. Mas ele, por sua vez, integrará seu patrimônio e que pode ser utilizado de diversas maneiras, tanto para moradia, como para oferta de aluguel.

Ou seja, dentre as opções de consolidação de patrimônio, a compra de imóveis é a mais versátil, que permite a redução de custos, eliminando eventuais despesas com moradia terceirizada ou a obtenção de lucro, advindo da valorização do bem ou locação.

2. Remuneração do investimento

Outro motivo concreto para a escolha dos imóveis como investimento é a remuneração da aplicação.

Com a instabilidade econômica, a valorização de determinados imóveis pode produzir uma remuneração muito maior para o investidor do que aplicações financeiras.

Para isso, as características do bem, localização e demais fatores de valorização são importantes, e o ideal é buscar o conhecimento de empresas como a Ibagy Imóveis para encontrar as melhores opções para investimento.

3. Oportunidades para investir em imóveis

O mercado imobiliário tem algumas variações interessantes de demanda e procura, e isso faz com que diversas oportunidades de investimento surjam com o tempo.

Além disso, áreas em plena valorização ou opções de imóveis vendidos na planta também podem trazer retornos diferenciados para o comprador.

Para se ter uma ideia de sua atratividade, alguns fundos de investimento são compostos por títulos atrelados ao mercado imobiliário justamente para se beneficiarem de sua remuneração.

Para o investidor que opta por eles, porém, boa parte da rentabilidade se perde no pagamento de taxas administrativas do fundo.

4. Segurança e diversificação

Além de construir, proteger o patrimônio também deve estar no topo das suas prioridades, e nesse sentido, investir em imóveis traz segurança por dois motivos:

Diversificação de investimentos

Cada investimento possui um indicador que afeta sua remuneração. A poupança varia conforme a Taxa Selic e as ações de acordo com sua cotação diária, como exemplos.

A diversificação dos tipos de investimentos garante que a variação brusca de um desses indicadores não impacte de forma severa o patrimônio acumulado.

Baixo risco

Os imóveis são considerados investimentos de baixo risco, ou seja, o valor utilizado em sua compra raramente é desvalorizado. Isso porque são bens palpáveis e sólidos, possuem uma representação física.

Mas para o sucesso do investimento, além dos fatores de valorização, é preciso considerar aqueles que podem trazer prejuízos, como irregularidades nos registros públicos, depreciação do bem e demais características que os profissionais desse mercado conseguem identificar com mais clareza.

Se você está pensando em investir em imóveis, o ideal é procurar uma imobiliária que tenha compromisso com a satisfação de seu objetivo, seja ele encontrar um apartamento para morar ou consolidar seu patrimônio.

Quer discutir seu objetivo de investimento os melhores profissionais do mercado imobiliário? Entre em contato agora com a Ibagy Imóveis e tire todas as duas dúvidas.