A capital de Santa Catarina tem vários atrativos para os turistas e para quem vive no município. Se você já escolheu morar em Florianópolis, também tem que decidir se vai residir na ilha ou no continente.

As duas regiões têm pontos positivos e negativos e, por isso, é preciso analisar com atenção para descobrir qual região é mais adequada a seu estilo.

Afinal, o lugar em que você mora influencia diretamente em sua qualidade de vida, não é mesmo? Para ajudar você a tomar a melhor decisão, neste post separamos as principais diferenças entre as áreas. Vamos lá? Boa leitura!

Localização

Uma das principais vantagens de se morar na ilha é a localização privilegiada, próxima aos mais procurados pontos turísticos da cidade, como a Lagoa da Conceição e a Praia Campeche. A parte continental é uma região bem desenvolvida e que conta com uma boa variedade de empreendimentos comerciais.

A mobilidade urbana nas duas localidades pode ser um problema, entretanto, por terem uma oferta interessante de produtos e serviços, geralmente não torna necessário o deslocamento até o centro da cidade.

Contato com a natureza

Beira Mar Continental

Felizmente, morar em Florianópolis, seja na ilha, seja no continente, significa ter intenso contato com a natureza. Os moradores da ilha têm muita facilidade em incluir na rotina esportes como surfe, kitesurf, mergulho e trilhas.

Na parte continental, é possível ter uma bela vista da ilha na avenida Beira-mar Continental. Além disso, o Parque dos Coqueiros e a Praia do Itaguaçu também são boas opções para quem quer contemplar belezas naturais.

 

Vida cultural

Além de atrair um grande número de visitantes, principalmente durante as férias e feriados, a ilha é recebe um grande número de eventos culturais. Muitos deles sediados no Stage Music Park e no John Bull Floripa.

A parte continental da cidade também tem considerável oferta de opções de lazer para os moradores. O grande destaque dessa região é a gastronomia. Os bairros Estreito, Coqueiros e Itaguaçu, por exemplo, sediam diversos restaurantes, confeitarias, hamburguerias e pizzarias.

Tipos de moradia

Veja opções de imóveis em nosso site: www.ibagy.com.br

Na ilha estão concentrados os bairros mais nobres da cidade, sendo assim, é grande a oferta de imóveis de alto padrão, com o metro quadrado mais caro. O continente oferece maior variedade nos tipos de moradia, já que não conta com tantos impedimentos ambientais para a construção.

Dessa forma, a região continental apresenta várias opções de empreendimentos residenciais e costuma praticar um preço mais acessível nas locações de imóveis.

Estilo de vida

Todas as informações que vimos até aqui influenciam o estilo de vida dos moradores. Apesar de ter uma intensa vida cultural, a ilha ainda se mantém tranquila. Dessa forma, ela pode ser uma opção de moradia adequada para quem gosta de estar perto da natureza e ter um estilo de vida menos agitado.

O continente é uma região muito dinâmica e moderna. Afinal, existe um maior número de empreendimentos comerciais, empresas de tecnologia e departamentos públicos na localidade. Por conta disso, geralmente é procurada por quem estuda ou trabalha na região e não quer perder tempo no deslocamento.

Muitas pessoas sonham em morar em Florianópolis e se questionam se devem escolher a ilha ou o continente. Como vimos, apesar de algumas qualidades serem características predominantes em todas as regiões da cidade, existem algumas diferenças entre elas. Para decidir qual é a melhor para você, não existe alternativa senão avaliar seu estilo e objetivos de vida.

Esperamos que este post ajude você a tomar a decisão sobre onde morar em Florianópolis. Você está no caminho certo: pesquisar é essencial para escolher bem seu novo endereço. Por isso, aproveite para ler o que conteúdo que preparamos sobre os principais bairros de Florianópolis e suas características!

Abraços,

 

Equipe Ibagy